dicas e novidades

Música e história são destaques dos Fortes São Diogo e Santa Maria

Atrações integram programação do Festival da Primavera, que acontece entre os dias 21 e 30 deste mês

A Banda e a Guarda Histórica da 6ª Região Militar do Exército prepararam uma recepção especial para acolher o público que vai visitar os espaços culturais Pierre Verger de Fotografia Baiana e Carybé das Artes nos fortes Santa Maria e São Diogo, respectivamente, no sábado (24). As atrações fazem parte da programação do Festival da Primavera, promovida pela Prefeitura por meio da Empresa Salvador Turismo (Saltur) entre os dias 21 e 30 deste mês.

 

Já na entrada do Forte de Santa Maria, das 11h às 19h, será possível interagir com membros da Guarda Histórica e admirar o seu fardamento, modelo que remonta a indumentária utilizada no século XVII. No Forte São Diogo, o ápice da tarde acontecerá às 17h, quando a Banda Militar da 6ª Região levar ao público um som instrumental com repertório composto por músicas da MPB. De acordo com a coordenadora geral dos espaços Pierre Verger da Fotografia e Carybé das Artes, Juciara Melo, este ritmo foi escolhido por ser o mais popular no país e por estar intimamente ligado à realidade das pessoas.

 

Os passeios nos fortes podem ser orientados por mediadores, profissionais que possuem formação em Museologia, Belas Artes e Turismo. Eles acompanham o público, contam a história dos locais e enriquecem a visita com informações e curiosidades. O acesso aos locais para ver a apresentação da banda e a recepção dos militares, é gratuito. Já a visitação aos espaços Pierre Verger e Carybé custa R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia) e permite a visitação a ambos os espaços.

 

Acervos – O Espaço Carybé das Artes é um centro tecnológico de referência da vida e obra do artista, onde estão dispostos ao longo do forte nove totens cenográficos que servem de suporte para a exposição virtual do acervo em telas táteis. Já no espaço Pierre Verger, além do trabalho do fotógrafo e antropólogo franco-baiano, o acervo ainda conta com a produção de mais 56 fotógrafos.

 

Além destes espaços, o visitante também pode conhecer a história dos 20 fortes de Salvador, principais elementos do sistema de defesa da capital na era colonial do país, através de um documentário produzido pelo Exército.

 

Confira a programação completa do Festival da Primavera no site http://festivaldaprimavera.salvador.ba.gov.br/.

 

FONTE: AGECOM

tags